O que comer depois da academia? Veja os 5 alimentos indicados para o pós-treino

Saber as melhores práticas de alimentação e o que comer depois do treino é fundamental para garantir resultados e conquistar o corpo dos sonhos. É por meio do consumo de condimentos funcionais que você auxilia o seu corpo a repor as proteínas e acelerar o fortalecimento da musculatura trabalhada.



A médio e longo prazo, o organismo se acostuma com os nutrientes ingeridos após o treino e potencializa cada vez mais os seus resultados. Então, quais são os melhores alimentos para serem consumidos depois de malhar? Neste conteúdo, separamos as melhores dicas para você se alimentar corretamente e alcançar todas as suas metas.


Confira!


1. Consuma frango com batata-doce


Não poderíamos começar a nossa lista sem falar do frango com batata-doce. Essa receita se tornou muito famosa entre os influencers e profissionais de educação física, e não é à toa: existem muitos benefícios das receitas com esses dois ingredientes.


Para quem busca tonificar o corpo e ganhar massa magra de forma saudável, o equilíbrio entre a proteína do frango e o carboidrato saudável da batata-doce faz com que seu corpo recupere a musculatura mais rápida e consuma os nutrientes necessários para aumentar o seu metabolismo.


Enquanto o frango fornece a dose proteica necessária para recuperar as microlesões musculares, a batata-doce entra como a responsável por ajudar no transporte da proteína dentro do corpo. Além de liberar a insulina, para aumentar a sensação de saciedade e diminuir os índices de triglicerídeos.


Aqui, invista em receitas como:

1. purê de batata-doce com legumes cozidos e peito de frango grelhado;

2. batata-doce assada com filé de peito de frango grelhado, acompanhado de salada de folhas;

3. escondidinho de frango com batata-doce;

4. bolinho fit de frango com batata-doce.



2. Não esqueça do pão integral com ovo


Se você não é muito fã de frango com batata-doce, não se preocupe. Existem outras receitas que potencializam seus resultados e auxiliam o seu corpo durante o pós-treino, como o pão integral com ovo. Nessa combinação, a farinha integral oferece fibras e o ovo garante o consumo de proteínas.


Assim, as fibras integrais aumentam a sensação de saciedade e, de quebra, auxiliam no funcionamento do intestino. Para garantir melhores resultados, você pode adicionar folhas verdes e cenoura e montar um excelente sanduíche natural. Tem mais: para modificar a receita, você pode substituir o ovo pelo queijo cottage ou duas fatias de queijo branco. Esses dois ingredientes oferecem a quantidade certa de gorduras saudáveis e as proteínas necessárias para seu corpo.



3. Invista no iogurte


O iogurte é o grande amigo de atletas e pessoas que buscam cuidar do seu corpo. Esse lácteo é essencial para quem treina de manhã ou à tarde, já que serve como lanche e alimento pós-treino. Além disso, por ser líquido, ele se encaixa perfeitamente em rotinas corridas e pode ser consumido rapidamente.


No entanto, se você deseja aprimorar a ingestão desse alimento, é possível montar excelentes receitas sem perder de vista a qualidade do produto e, é claro, os nutrientes necessários para alcançar todos os seus benefícios.


Por exemplo:

• bater o iogurte natural com frutas orgânicas, como morango, mamão, amora, banana ou abacate;

• comê-lo com granola fit, ingerindo fibras;

• adicionar sementes de girassol, nozes e amêndoas ao iogurte natural.

Entretanto, é fundamental prestar atenção na qualidade e procedência do produto. Aqui, opte por opções desnatadas e naturais para diminuir o consumo de gorduras maléficas, ok? Lembre-se de que é possível adicionar frutas orgânicas em vez de comprar os modelos que inserem sabores artificiais.



4. Tome água de coco

A água de coco é uma iguaria típica do Brasil e muito fácil de encontrar em qualquer estabelecimento. Então, por que não investir no seu consumo para potencializar seus treinos? Ela é uma excelente fonte natural de isotônico, mantendo o equilíbrio necessário entre a água e os sais no seu organismo.


Assim como o iogurte, ela garante praticidade para você e pode ser consumida facilmente durante o dia. Aqui, você pode tomá-la pura ou harmonizá-la com outros ingredientes, criando receitas incríveis, como:


1. vitamina de água de coco, melão, mel e hortelã;

2. limonada de água de coco;

3. água de coco saborizada com frutas típicas da estação;

4. gelatina de água de coco;

5. suco verde com água de coco.

Se a sua rotina for muito corrida, dificultando o preparo de receitas, você pode investir na água de coco natural saborizada, feita com outros ingredientes naturais e preferencialmente orgânicos. Assim, é possível diversificar o líquido e ingeri-lo de forma rápida e eficaz depois do treino.



5. Faça uso da suplementação alimentar


Saber quando realizar a suplementação alimentar é uma das grandes dúvidas de quem treina com frequência. Afinal, muito se fala sobre a sua importância, mas poucos atletas e praticantes de atividade física realmente entendem os seus benefícios e descobrem como equilibrar a alimentação com o uso correto dos suplementos.


O papel dos suplementos nada mais é do que fornecer a proteína necessária para reparar o tecido muscular e garantir o consumo de aminoácidos que agilizam a construção muscular. É por isso que suplementos como BCAA e Whey Protein devem ser utilizados com base na orientação do seu nutricionista.


Além disso, a suplementação pode — e deve! — ser combinada com a reeducação alimentar. Assim, você pode criar uma rotina de pós-treino que alinha o consumo de ingredientes naturais em um dia e, no próximo, adiciona o uso do suplemento como principal fonte alimentar após sua atividade.


Então, como é possível utilizar a suplementação da forma correta? O primeiro passo é consultar um nutricionista qualificado para fazer uma avaliação e recomendar a quantidade certa para o seu corpo e estilo de treino. Em seguida, você pode investir em uma série de receitas, como:


1. vitamina com Whey Protein caseiro;

2. crepe fit;

3. barrinha com granola e Whey sem lactose;

4. muffin fit;

5. bolo de castanha-do-pará com cobertura de cacau e Whey.


Conhecer as melhores receitas é uma boa estratégia para não faltar opções do que comer depois do treino, é fundamental para deixar o seu período de malhação mais eficaz. Ingerindo os nutrientes e proteínas certas, você auxilia o corpo a repor as energias perdidas e incentiva a musculatura na sua recuperação de maneira saudável.


fonte: https://www.espartanos.com.br/o-que-comer-depois-do-treino

20 visualizações0 comentário